quarta-feira, 24 de março de 2010

Pachola


Pachola, pachola por que te entristeceste?
Em ti, nada mais de ti cabia.
Fora de ti, ninguém sabia.
Quiçá por isto morreste, e a ti não te devolveste.

Pachola, pachola, ressuscita-te!
De ti permita sair-te.
fora de ti, aos outros conhecer-te.
Se esvazie para encher-te.

Pachola, pachola acordaste.
Agora em ti há de ti.
Fora de ti ha rumores.
E na alteridade soma amores.
Related Posts with Thumbnails