Tg-Doxa - Professor Tiago Lacerda
Filosofia, Sociologia e Direito





Para confirmar, clique em cadastrar e confira em sua caixa de e-mails.

terça-feira, 7 de setembro de 2010

O Outro

por Tiago Lacerda

Tratamos sobre o problema do outro. Este não é fácil de dizer quando o pensamos fenomenologicamente. Mas para o senso comum o outro é aquilo que se vê e que não sou eu. Nesta perspectiva é fácil dizer o que é algo ou o que não é, mas filosoficamente não podemos trilhar o mesmo caminho, é preciso alguns critérios a mais. Olhar para o que está além de nós, não significa que estamos contemplando o outro simplesmente, mas sim é um outro de mim, e este não sou eu, parece um paradoxo e uma conversa prolixa de jogos de palavras, mas o outro na fenomenologia podemos dizer que é uma objeção do solipsismo que perpassa por uma dicotomia: fazer uma redução do outro para constituir o outro a partir de mim e, por outro lado explicar a originalidade de um outro que não sou eu. Na primeira é preciso fazer uma epochè, e afastar todos os conceitos que já temos e que nos foram dados. Pois muitas vezes julgamos saber o que são as coisas pelo que as pessoas nos dizem que elas são, e não buscamos fazer a partir de nós mesmos, que é o método da fenomenologia, colocar de lado tudo o que sei, ou seja, o que me fizeram saber, e buscar conhecer a parti de mim mesmo.Tudo isso se processa em paradoxos: um que aponta um eu absoluto, mas admite um outro que é sujeito tanto quanto eu; um mundo comum, mas que pode ser visto a partir de cada um tornando-se mundos não-comuns (subjetivos); a experiência de outrem que se liga a constituição de objetos de aspecto novo, que cada um produz para si e que podem ser utilizados por outros, mas cônscio sobre quem o criou. Paul Ricoeur, ao comentar Husserl fala da imaginação, que consiste em um deslocar-se de si mesmo para ver desde outro ponto de vista: “pela imaginação o ‘lá’ é meu ‘aqui’ potencial. Não podemos dizer o que se passa “lá”, não podemos “invadir” o outro, é algo impossível, mas nos deslocando pela imaginação podemos saber em potência o que se passa neste outro, que de várias formas diz muito de quem sou e ao mesmo tempo é um outro eu que não sou.

4 comentários:

orvalho do ceu disse...

Olá, meu querido amigo Thiago
Andou sumido,hein?
Mas que bom voltar com assunto tão profundo!
Como sempre sua postagens dão o que pensar...
Recorto hoje do seu post: "AFASTAR TODOS OS CONCEITOS QUE NÓS TEMOS E NOS FORAM DADOS".
Nossa! É difícil!
Mas...
PARA DEUS NADA É IMPOSSÍVEL!
Abraços nesse seu coração inquieto e dócil.

Tiago Eurico de Lacerda disse...

Obrigado Rosélia,
Realmente fiquei um tempo sem possibilidade de postar algo. Muita coisa mudou na minha vida. Agora eu começo uma nova caminhada... obrigado pela força e oração.
Realmente é difícil colocar de lado o que os outros nos dizem, mas é um bom exercício para caminhar bem com o outro que é um outro de mim.
bjos

orvalho do ceu disse...

CONVITE VIP
Olá, amigo Tiago
Passa amanhã em meu Blog... dia 01/10... a partir das 10h... e não teremos hora para acabar a festividade...
Oferecei um coquetel de 7 botões de rosa orvalhada...
Não falte, vai me fazer MUITO feliz e desejo fazer-lhe também.
Abraços fraternais e dê-me notícias.

http://espiritual-idade.blogspot.com/

orvalho do ceu disse...

Oi,querido Tiago
Com muita correria, há 15 dias fora, viajando pra cá e pra lá, chego cheia de saudade dos amigos... Como está vc, amigo? Tomara que muito bem!
Hoje tive uma grata surpresa: o Laudinei tem um Blog e me segue, fiqeuicontente...
Estou com saudade dos seus posts...
Escreva-me contando as novidades,meu irmão. Continuo orante... Faça o mesmo por mim, meu querido.
Abraços fraternais com meu carinho.

Related Posts with Thumbnails

Postagens mais visitadas na última semana!