sábado, 19 de dezembro de 2009

O pecado é uma ausência de amor

A filosofia deve ser para nós um instrumento que nos leve a viver a nossa vida de uma forma mais compreensível e pragmática. Ela deve ser algo concreto em nossa vida, não apenas reflexões e debates sobre filósofos que por muitos caminhos não nos leva a lugar algum senão a um turbilhão de pensamentos e ideias. Estas devem nos levar a passos concretos, à vivência autêntica de nossa vida. Assim podemos ler muitos autores e filósofos retirando deles aquilo que pode nos fazer crescer sem detrimento doutras partes de suas doutrinas, mas atentos para aquilo que é essencial a nós cristãos.

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Vocação e Profissão

por Tiago Lacerda

Numa missão no sul do Brasil tive a oportunidade de partilhar um pouco sobre este tema com alguns jovens e quando eu lhes perguntei o que era mais importante, a vocação ou a profissão, alguns ficaram divididos. E assim a partilha começou.
Sempre gostei de colaborar com outros, pensei em ser muitas coisas que não levei a cabo. Mas em tudo que fazia eu percebia que faltava alguma coisa para completar minha vida. Minha profissão caminhava bem, mas me fadigava e por mais que eu tentasse não me saciava com o que fazia. Parei para escutar o meu interior, o que realmente pulsava dentro de mim. Com este gesto recebi um chamado, algo que não se explica de forma inteligível; nenhuma voz se manifestou a mim para dizer-me algo, não recebi nenhuma notícia sobrenatural, tampouco uma carta dizendo qual era a minha vocação. Mas foi um apelo interior e, quando descobri, minha vida mudou. É como descobrir um grande tesouro, sabemos que estamos no caminho certo, a monotonia deixa lugar à dinamicidade, encontramos forças, mas não sabemos como, isto é vocação. Os problemas se tornam mais fáceis de se enfrentar, ficamos surdos às vozes que tentam nos impedir de seguir nosso caminho. A profissão (emprego) é algo que realizamos e que não precisa de ter uma vocação. A desempenhamos numa rotina, nos cobramos, nos irritamos muitas vezes se passamos da hora no cumprimento da mesma. Podemos ter várias profissões e nos esgotarmos nelas, mas sem vocação logos sucumbiremos. A vocação deve estar entrelaçada com a profissão buscando a justa medida, a forma mais simples de unir o dom ao serviço que precisa ser prestado. Quando encontramos o verdadeiro caminho, somos capazes de deixar muitos objetivos pessoais para abraçar o objetivo que nos leva a uma realização completa. Somos capazes de nos desprender de coisas que nos prendem, de renunciá-las para alcançar maiores. Como podemos saber qual o caminho? Como ter certeza que o que sentimos não é fruto de devaneios nossos? É preciso arriscar e não temer errar o caminho. É preciso ouvir os apelos que brotam de dentro de nós. É mergulhando em nosso interior que encontraremos respostas concretas para o nosso exterior. Esse texto é apenas um convite para transformar nossa vocação em profissão e desenvolver o que se ama. Assim, a vida se torna mais leve...

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Homenagem à Maria Eduarda

Maria Eduarda é uma amiga que tive a oportunidade de conhecê-la neste ano. Ela me contou a sua história e o carinho que tem pela Rainha Elizabeth. Disse que a idade é a mesma e que um dia decidou escrever-lhe e por incrível que pareça recebeu uma resposta da majestade inglesa, assim eu pude escrever uma canção con sua história e homenageá-la. O nome da canção é Marydu. A você minha querida muita paz.
MARYDU

Um dia eu parei para escrever uma egrégia missiva, Caneta e papel nas mãos ao som de um piano. Tocava uma valsa para me lembrar, De palavras tão doces e assaz harmônicas, Ela ainda não é minha amiga. Da Inglaterra é Rainha.
Minha carta partiu e eu fiquei a esperar, A resposta da Majestade Inglesa. Mais do que ousadia, para mim era um sonho, Que se realizou.
Maria Eduarda I want to thank you, for your affection to me, In Buckingham I read what you wrote about me. May God bless you and guide you forever.
Os sonhos com fé nos projeta além, De tudo que há em nossa volta, e mesmo que o mundo diz não, Ninguém será capaz de ouvir os ruídos de um coração.
Maria Eduarda eu quero te agradecer, por toda estima que tens por mim, em Buckingham eu li o que me dedicaste, Deus te abençoe e ilumine.
Related Posts with Thumbnails

Postagens mais visitadas na última semana!