Tg-Doxa - Professor Tiago Lacerda
Filosofia, Sociologia e Direito





Para confirmar, clique em cadastrar e confira em sua caixa de e-mails.

sexta-feira, 22 de maio de 2009

Se eu soubesse



Se algum dia eu soubesse que nunca mais veria você... Eu lhe daria um abraço mais forte. Se eu soubesse que seria a última vez a ver você... Eu lhe daria um beijo e o chamaria para dar mais um. Se eu soubesse que seria a última vez a ouvir sua voz... Eu gravaria cada momento e cada palavra, para revê-los depois todos os dias. Se eu soubesse que seria a última vez que eu poderia parar mais um ou dois minutos para dizer-lhe: “gosto de você”... Eu diria, ao invés de deixar que você presumisse. Se eu soubesse que hoje seria o último dia a compartilhar com você... O sentiria muito mais intensamente em vez de deixá-lo simplesmente passar. Sempre acreditamos que haverá o amanhã para corrigir um descuido para ter uma segunda chance de acertar. Será que haverá uma chance para dizer... “Posso fazer uma coisa para você?” O amanhã não é garantido para ninguém, seja para jovens, ou mais velho, e hoje pode ser a última chance de abraçarmos aquele que amamos. Então se estamos esperando pelo amanhã, por que não agirmos hoje? Assim se o amanhã não chegar, não teremos arrependimentos de não termos aproveitado um momento para um sorriso, para um abraço, para um, uma gentileza porque estávamos muito ocupados para dar a alguém o que poderia ser o seu último desejo. Abracemos hoje aquele que amamos, sussurremos em seus ouvidos, dizendo-lhes o quanto nos são caros e que sempre os amamos. Apesar da distância você está em nosso convívio e amamos muito você. Aproveite o dia, como se fosse o último, pois não sabemos o que ira acontecer nos próximos minutos, podemos estar sorrindo e após alguns segundos chorando, se prepare, sempre mais e mais e tenha fé. “Não sois capazes de compreendê-las agora. Quando, porém, vier o Espírito Santo da verdade, ele vos conduzirá à plena verdade.” (João 16, 20). ...Em verdade, em verdade vos digo, vós chorareis e vos lamentareis, mas o mundo se alegará, Vós ficareis tristes, mas a vossa tristeza se transformará em alegria. (João 16, 20). “A morte, embora nos entristeça, ela é fecunda e causa alegria”.Sempre que estiver triste, lembre-se que tem alguém que se alegra por você existir.
(Autor desconhecido)

Recebi diversas mensagens nesta semana dos meus amigos me dirigindo uma palavra de carinho e força pelas vicissitudes que tenho enfrentado. Resolvi postar esta a pedido do Jonas e que ela de uma forma simples nos leve a perceber que devemos aproveitar ao máximo cada momento de nossa vida, pois ela é como esta flor acima, tão frágil que o tempo e o vento (as vicissitudes) nos levam aos poucos. Ela é um convite a dizermos sempre, o quanto amamos as pessoas que estão em nossa volta.

4 comentários:

Jaderson Pissinati disse...

Infelizmente nós nunca sabemos nada. "Sei que nada sei", já dizia o filósofo. Se essas palavras são de humildade não sei, mas são verdadeiras. Saber do presente é difícil, do futuro impossível, do passado que vivemos lembramos algo, do passado que não vivemos nos contaram algo que não sabemos ser a verdade. Se eu soubesse da vida o que eu deveria saber de repente eu poderia ser mais feliz. Se eu soubesse tudo o que eu deveria saber de repente eu seria um sábio. Assim, com pouco ou muito saber, sejamos felizes como for possível.

Tiago Eurico de Lacerda disse...

O futuro como não nos pertence, e é tão obvio, mas pouco vivido, deve ser proscrastinado para que o hoje se faça presença e nos traga gozo. Obrigado Jaderson pelas palavras assaz carregadas de reflexões e o importante realmente é ser feliz como é possível.

orvalho do ceu disse...

Olá, meu querido
Coragem!
Passe sempre o POUCO que já sabe... aprendi isto e tive a coragem de Ministrar Retiros...
Tenha fé! E a montanhas se moverão, você verá.
Bjs
Roselia
htpp://espiritual-idde.spaces.live.com

Anônimo disse...

Sim, provavelmente por isso e

Related Posts with Thumbnails

Postagens mais visitadas na última semana!